Esta semana recebemos o pai da Alice e da Teresa, o Leandro Golçalves, do podcast Balaio de Pais, para batermos sobre o caso do menino que foi batizado com nome de uma letra só, sobre um presente muito Black Mirror e sobre o caso de uma mãe processada pelo próprio filho.


Agora você pode apoiar o Entre Fraldas!

padr


Conheça o Balaio de Pais!

avatars-000269981459-c2aani-t500x500
Podcast Balaio de Pais

Matérias comentadas neste programa:

  • Casal de empresários batiza filho com nome de uma letra só; ele se chama B, sugestão da ouvinte Eliana Grecchi.B. A segunda letra do alfabeto é o nome do filho de 1 ano de Roberto, 38, e Luísa Martini, 35, sócios de um grupo de agências de publicidade.
    O nome abreviado foi escolhido para que a criança tenha o mínimo de influência e carga social possível, afirmam eles. O mesmo vale para gênero: os pais se esforçam para não dar roupas ou brinquedos socialmente ligados a um sexo para sua prole.
    A família também cunhou um novo sobrenome para a criança, que não será divulgado para preservar a privacidade do bebê.
  • Pai emociona filho ao dar macaco de pelúcia com voz da mãe que morreu no ano passadoCom um gesto que lembrou alguns episódios da série Black Mirror, Antonio Vargas decidiu tornar o Natal do seu filho especial. Ele encomendou um macaco de pelúcia personalizado com mensagens de voz da mãe do garoto, que morreu no ano passado, para seu filho sempre se lembrar dela.Vargas postou no Facebook um vídeo, que mostra desde ele escolhendo o brinquedo até seu filho o abrindo, e logo viralizou. Quando o filho de Vargas ouve a voz da mãe saindo do macaco de pelúcia, ele o abraça e não consegue conter as lágrimas.

    “Esse é um momento tocante para mim como pai. Encomendei esse macaco para ter ‘batida de coração’ e falar com meu filho para que ele pudesse ouvir a voz da mãe novamente. Ela morreu no último dia 4 de julho. Nós sempre chamamos nosso filho de macaquinho, então no Natal o desejo dele virou realidade! Eu amo o meu garoto com todo o meu coração, papai te ama”, escreveu Vargas na descrição do vídeo.

  • Justiça obriga mulher a indenizar filho por foto publicada em rede socialROMA — Pais que publicam fotos de seus filhos nas redes sociais sem a autorização deles podem ser punidos com uma multa de até 10 mil euros (o equivalente a quase R$ 40 mil) na Itália, de acordo com uma sentença estabelecida por um tribunal de Roma.A sentença foi proferida pelo juiz que lidou com o caso de um adolescente de 16 anos que processou sua própria mãe. Ela vinha publicando fotos do adolescente sem a devida autorização dele. A sentença saiu em 23 de dezembro do ano passado, mas a confusão só ganhou destaque na imprensa australiana esta semana.
    O juiz de um Tribunal de Roma se baseou no artigo 96 da lei dos Direitos do Autor na Itália, que diz que “uma pessoa não pode ser exposta, ou ter seu retrato divulgado, sem consentimento, salvo exceções.” Além disso, a constituição determina que os menores de idade possuem tutela reforçada.

    O tribunal determinou que a mulher deveria excluir as imagens do filho e, caso voltasse a publicar qualquer conteúdo sem autorização do jovem, será multada em 10 mil euros. Esse não é o primeiro caso de pais que violam a privacidade dos filhos na Itália e vira processo na Justiça.

    Após um pai de duas crianças pedir a revisão do controle de publicações da ex-esposa, o Tribunal de Mantova estabeleceu que, no caso de casais divorciados, deverá existir concordância entre as duas partes com relação ao conteúdo que é exposto nas redes sociais.


Para Casa:


Músicas do episódio:

  • Mariachi Snooze – Kevin MacLeod
  • Crazy Glue – Josh Woodward
  • Mínimo 5 – Rafael Cabral

Fale conosco:


Concorda com a gente? Discorda?
Comenta aí!

Anúncios